domingo, 11 de setembro de 2011

Nojo


   Revolta-me a falta de isenção existente na comunicação social em Portugal. Este já não é um assunto novo, mas infelizmente a vergonha é cada vez maior. Cada vez mais vemos a comunicação social defender uns em detrimento de outros. Já aqui tinha dito que, não gostava da forma como a comunicação social trata o Vitória, mas a vergonhosa forma como analisaram o jogo de ontem na Luz parece-me excessivo. Não consigo compreender como é possível haver orgãos de comunicação social a defender aquilo que todos vimos ser um roubo. Mete-me nojo este tipo de jornalismo faccioso, esta defesa constante de tudo o que vêm de Lisboa.
   Hoje é possível ver-se algo realmente inacreditável, perante a arbitragem vergonhosa, de Duarte Gomes, diz a comunicação social que, foi um jogo difícil e que por isso não seria possível decidir sempre bem mas que Duarte Gomes esteve bem na maioria dos lances. Dizem também que ainda que havia mais um penalty favorável ao Benfica. Um penalty que Duarte Gomes não assinalou. Ou seja ainda estão insatisfeitos, certamente queriam mais. Mas a falta de vergonha é tal que há ainda um jornal que destaca Cardozo, dá-lhe uma medalha de prata. Dizem eles que o paraguaio está em grande forma, quatro golos em quatro jornadas transformam-no no melhor marcador da Liga. A ânsia de enaltecer o Benfica e os seus jogadores é tal que leva a isto. Mas a verdade é que o jogador brilhante, ou pelo menos eles assim querem que pareça, é tão bom que podia até já ter cinco golos. Esquecem-se é de dizer que dois dos quatro golos, ou seja 50% dos golos, foram obtidos na conversão de grandes penalidades inexistentes. Não fossem esses penalties e o magnífico jogador teria menos golos do que Edgar. Só que isso não interessa, nem interessa se algum clube foi ou não prejudicado, o que interessa é que o Benfica já têm o melhor marcador do campeonato á quarta jornada, tudo isto é vergonhoso. Mas a falta de vergonha não se fica por aqui, também é possivel ler-se em todos os diários desportivos que o árbitro errou ao assinalar pelo menos a terceira grande penalidade. Nesse lance todos são unânimes em dizer que não houve penalty. Claro que logo de seguida dizem que foi um jogo difícil mas que na maioria dos casos o árbitro esteve bem, como se um penalty mal assinalado fosse uma coisa menor, uma coisa insignificante e sem influência no resultado. O que eles se esquecem de dizer é que foi esse mesmo penalty, o que todos reconhecem que foi mal assinalado, que decidiu o jogo. É que o Benfica ganhou 2-1 e o terceiro penalty é que deu o segundo golo ao Benfica, se não fosse esse golo o Benfica não teria ganho.
   Mas quando olha-mos para os canais televisivos a coisa não melhora, continuam a querer negar o evidente e mostrar que num jogo muito complicado o árbitro até não esteve mal. Basta ver-mos a forma como a Sport Tv analisou todo o jogo, isenção foi algo que nunca existiu e vergonha também não. Foi bem audível o comentário feito pelos seus comentadores quando Duarte Gomes assinalou o segundo penalty. De emediato disseram que El Adoua deveria ser expulso, que o cartão amarelo era pouco. Só que nas várias repetições que deram do lance foi bem visível que a bola toca na barriga de El Adoua e não na mão. Eles bem tentarem mostrar o lance de vários ângulos a ver se pelo menos em alguma das repetições poderia fiacar a dúvida, mas não tiveram sorte foi bem claro que não houve penalty. Mas a tentativa de camuflar a vergonhosa actuação de Duarte Gomes não ficou por aqui. Durante o intervalo repetiram diversas vezes os principais lances da primeira parte, algo que é normal, só que fizeram uma selecção de imagens muito criteriosa. Uma selecção de imagens que defendia os seus interesses e não a verdade do que estava a acontecer. Foi então possível ver-se a repetição do lance que originou o primeiro penalty e ver a conversão do Cardozo. Depois foi possível ver-se o lance que originou o segundo penalty e a conversão do Cardozo no terceiro penalty. Pelo meio ficou engenhosamente esquecida a imagem em que Cardozo falha o segundo penalty e a imagem do lance que origina o terceiro penalty. Estas duas imagens não lhes interessava mostrar. A primeira porque não interessa ver o Cardoso falhar um penalty, se não como podem depois dizer que ele é fenomenal. A segunda imagem, a de N´Dyaie a cortar a bola com a cabeça, era tão escandalosa que até eles tiveram vergonha de mostrar. Ou seja quem apenas visse aquele pequeno resumo ficava com a ideia que apenas tinham existido dois penalties e que o Benfica tinha chegado ao golo nos dois. Isto é gravíssimo é manipulação e falta de isenção ao mais alto nível. Só que as coisas não se ficaram por aqui, quando o Vitória marcou golo prontamente os comentadores se apressaram a dizer que o Benfica se iria reorganizar para chegar ao golo e garantir a vitória. Como se fosse proibido o Vitória ganhar. Mas o mais triste é que isto ocorre num canal pago. Um canal que não é só pago por benfiquistas ou vitorianos ou portistas é pago por todos, logo todos deveriam ser tratados de forma igual. Estou certo que se tivesse visto o jogo de ontem na Benfica Tv teria visto comentadores mais isentos do que os da Sport Tv.
   A forma como a comunicação social analisou o jogo de ontem apenas demonstra que o campeonato português é mesmo uma mentira. Apenas interessa que ganhem os mesmos clubes de sempre, não interessa como, interessa é que no fim sejam eles a ganhar. Isto mete-me nojo, é hora de o Vitória tomar uma posição séria, e fazer estes jornaleiros portugueses entenderem que em Portugal não há só três clubes.

2 comentários:

Vitorianismo disse...

Caro Vitoriano,

Completamente de acordo com as suas palavras sobre a comunicação social deste país.

Esta é uma luta desigual é certo e sabido, no entanto se cada um de nós nas suas atitudes diárias forem contra o estado de coisas, podemos mudar algo pelo menos na nossa cidade.

A atitude por exemplo passa por não dar dinheiro, pelo menos directamente a quem nos quer sugar a dignidade e orgulho vimaranense e Vitoriano.

Por muito que tentem, nós não nos rendemos!

Vitória Sempre.

Sonho Vitoriano!!! disse...

Concordo que enquanto vitorianos temos que demonstrar a nossa insatisfação com esta situação. Uma das formas será certamente a que indica, certamente a quebra nas vendas faria-os repensar a forma como tratam o Vitória. Outra das formas é o Vitória tomar uma atitude firme e nós vitorianos apoiarmos essa mesma atitude. Será importante dar a entender á comunicação social que, enquanto tratarem o Vitória assim não são bem vindos em Guimarães.